Dois ônibus doados pela Mercedes-Benz à Cruz Vermelha serão utilizados como pontos de vacinação móveis em diversas partes do País no combate à covid-19.

O projeto, que começa neste mês, tem duração de três anos. São dois modelos diferentes de ônibus, ambos modificados para cumprir a missão: o OF1519, projetado para uso urbano e cujo chassi parte de R$ 200 mil; e o rodoviário 500 R, com preço inicial de R$ 300 mil, sem contar o custo da carroceria....

A transformação dos veículos inclui sistema de conversão de luz solar em energia elétrica, para refrigerar as vacinas, e ficou a cargo da Eco X. Adaptar o primeiro custou R$ 260 mil, enquanto o segundo demandou gasto de R$ 400 mil. As modificações foram patrocinadas pelo Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha. Além dos ônibus, a Mercedes-Benz cedeu uma van Sprinter que será a responsável por transportar os voluntários da Cruz Vermelha que irão atuar nos ônibus.